quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Verão no Parque Natural de Redes...


Passados 10 anos, voltei ao Parque Natural de Redes, agora no Verão. Nessa semana estiveram temperaturas de 49º em algumas cidades de Portugal, não foi planeado, mas soube bem fugir desse calor tórrido para temperaturas mais amenas. Nas Asturias, região onde se situa o Parque Natural de Redes as temperaturas além de mais suaves, por volta dos 26º a 28º, a humidade é por norma próxima dos 80%, devido á proximidade do mar Cantábrico, temos portanto um clima quase tropical. Percebi que aqui existe uma escala de verdes interminável, mesmo no verão, o que para o nosso olhar tem um efeito refrescante e calmante e estimulante para os fotógrafos...





Fiquei alojado na aldeia de Soto de Agues é um excelente ponto de partida para explorar o percurso pedestre mais famoso e mais bonito aqui, a "Ruta del Alba" com uma extensão de 16km, ida e volta, e classificado como monumento natural, vale bastante a pena realiza-lo, é bastante acessível e a sua beleza é esmagadora, apetece-nos ficar aqui todo o verão, é fresco e tem imensos locais onde se podemos dar um mergulho no rio Alba, aliás o percurso faz-se nas margens do rio e na parte final entramos num desfiladeiro bastante apertado com muitas cascatas, o som da água entoa pelo desfiladeiro e acompanha-nos. O percurso atrai milhares de pedetrianistas um pouco de todo o mundo, com mais ênfase de Espanha, vêm sobretudo agora no verão, mas no meu hotel percebo que os turistas acorrem aqui já todo o ano, principalmente no Outono. Lembro-me na ultima vez que estive, no Outono, choveu durante 5 dias seguidos, e no sexto dia a chuva deu tréguas e lá consegui fazer o trilho e fazer algumas imagens!





Como em toda a região das Asturias, também aqui se bebe cidra, um pouco por  todo o lado, e nos cafés é quase obrigatório pedi-la em vez da cerveja ou vinho, é a bebida oficial e os asturianos gostam que assim continue. Os cavalos também fazem parte desta paisagem, estes belos animais mantém relações muito próximas com o homem, em festas e nas suas caminhadas pela montanha, aliás vemos percursos pedestres mas também percursos equestres, existe um ligação muito grande com estes belos animais. A semana por aqui chega ao fim e mais uma vez as Asturias não desiludem...e o Parque Natural de Redes é ainda um segredo muito bem guardado!

terça-feira, 31 de julho de 2018

BEIRA BAIXA Sob Perspectiva em Proença-a-Nova



Beira Baixa sob Perspectiva é um projecto que une os territórios que integram a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa – CIMBB. Seis momentos expositivos – à razão de um por cada concelho da CIMBB – conjugam visões sobre o património partilhado por estes territórios, construídas a partir das imagens de Pedro Martins e Valter Vinagre, às quais se associam, a cada passo, outras vertentes patrimoniais, entre o tangível e o intangível. Nesta exposição, a primeira do ciclo, a recolha sonora de Felipe Faria define uma paisagem imaterial que, na sua articulação com as imagens, configura o exercício integrador inicial. Da Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa fazem parte os municípios de Proença-a-Nova, Oleiros, Vila Velha de Ródão, Penamacor, Castelo Branco e Idanha-a-Nova. Em Proença-a-Nova, na Galeria Municipal de 7 Julho a 31 Agosto. Entrada Livre!

terça-feira, 24 de julho de 2018

Macrofotografia na Natureza em Agosto...


É um dia inteiro de Ciência Viva no Verão dedicado a fotografar detalhes, pormenores, a aprender novas técnicas, tudo em modo Macro. Aproveitamos a minha exposição Olhos nos Olhos estar aqui exposta e faço uma visita guiada. Esta actividade é dirigida a apaixonados da fotografia que contem já com uma formação de iniciação à fotografia. Acontece dia 15 de Agosto e os horários são das 09h30 às 18h30. O público alvo são adultos e jovens (a partir dos 10 anos). O valor de inscrição é de 15,00 euros. Os participantes devem trazer a sua própria máquina fotográfica (compacta ou reflex) com a bateria devidamente carregada. Não é necessário ter lente macro para participar neste workshop. Esta iniciativa conta com o apoio da ROBISA PORTUGAL e da marca TAMRON. Informações e Inscrições: 269 750 520 e info@lousal.cienciaviva.pt.

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Passeio Fotográfico no MUTEX...


A organização da actividade é do Municipio de Castelo Branco e do Mutex - Museu dos Têxteis, eu serei o formador durante a actividade a realizar no dia 08 de Julho, próximo Domingo. Os locais a visitar serão o Museu dos Têxteis e as aldeias dos Cebolais de Cima e Retaxo. Este passeio fotográfico é dirigido a pessoas que já tenham adquirido conhecimentos mínimos na fotografia e que pretendam aprofundar os aspectos criativos, independentemente do tipo de equipamento que possua. Temáticas a abordar: fotografia urbana, retrato, paisagem, pormenor/macro, património cultural e industrial. Aconselho máquina fotográfica (compacta avançada, bridge ou reflex ap-s ou full frame) tripé, flash e cabo disparador. Lentes grande angular e zoom médio- tipo 70-200mm. A inscrição é Gratuita, mas obrigatória e limitada a 15 participantes. + Informações e inscrições: geral.mutex@cm-castelobranco.pt



quarta-feira, 27 de junho de 2018

Encontros da Imagem em S. Vicente da Beira



O convite chegou e disse que sim, porque era um encontro de amigos e porque era em São Vicente da Beira, minha freguesia de nascimento. São os Encontros de Imagem, integrados no Festival Água Mole em Pedra Dura que aconteceram no fim de semana passado, este é mais vocacionado para estas coisas da cultura, original no nome e na temática. Os Encontros de Imagem juntaram fotógrafos e desenhadores num percurso pela freguesia, iniciou-se com uma actuação da companhia do Chapitô, ainda na Vila, saímos depois em descoberta de uma parte da Serra da Gardunha e a aldeia do Casal da Serra a meio da encosta, seguiu-se a Paradanta e os Pereiros, ambas se revelaram bem acolhedoras e com aspectos bem interessantes do seu património cultural e natural. No final, imprimiram-se as imagens e dependuram-se na praça, lado a lado com os desenhos, dando ainda mais cor e alegria ao festival...Saí cedo, infelizmente, ficaram os amigos e muitas mais imagens por criar, deixo-vos em cima a minha selecção do dia. E para o ano há mais! ;=)