quinta-feira, 2 de maio de 2019

Beira Baixa_sob perspectiva em Castelo Branco...


Beira Baixa_sob perspectiva é um projecto que une os seis concelhos que integram a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB), à razão de uma intervenção expositiva em cada um destes territórios. Entre o olhar de Pedro Martins e Valter Vinagre, e o escutar de Filipe Faria, estabelece-se a premissa base de uma visão sobre o património partilhado dos seis concelhos – cujo complemento temático, definido a cada edição, explora o diálogo entre imagens, sons e objectos, e, em simultâneo, o extraordinário potencial contido nas colecções museológicas à guarda destes municípios. Significativamente, o quarto momento deste percurso decorre em Castelo Branco, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior. Espaço de referência incontornável, concebido como eixo estruturante de uma política patrimonial regional no quadro nacional – o representante do distrito na rede portuguesa de museus, recorde-se, o MFTPJ e as colecções museológicas à sua guarda, continuam a congregar a memória longa da Beira Baixa. Nesta história partilhada dos territórios que compõem a CIMBB, a herança romana afigurou-se, também ela, um capítulo incontornável, dada a fortíssima expressão que este legado, regional, assume no plano nacional e internacional. O eco dessa unidade de outrora perpassa a materialidade remanescente: em cada fragmento que sobrevive nos nossos dias permanece, intacta, a intrínseca e transversal ‘romanidade’ de um extenso território e respectivas comunidades, cuja memória continuamos a valorizar. É sobre este princípio que assenta a proposta de reflexão trazida, neste momento, pelo projecto expositivo que é Beira Baixa sob Perspectiva. Afinal, é mais o que nos une, do que aquilo que nos separa.

Beira Baixa_sob perspectiva apresenta a sua nova exposição em Castelo Branco, é inaugurada dia 04 de Maio às 18h00 no Museu Francisco Tavares Proença Júnior. E pode ser visitada até 30 de Junho de Terça a Domingo!

quarta-feira, 27 de março de 2019

Primavera no Douro Internacional e Faia Brava...


Por estes dias de abril andaremos pelo Parque Natural do Douro Internacional, área protegida privada da Faia Brava, aldeia histórica de Castelo Rodrigo, vale do Côa, rios Douro e Águeda e aldeia de Cidadelhe. Os tipos de fotografia a explorar no fim de semana serão a composição de imagem, macro, a fotografia de paisagem e patrimónios. Esta actividade conta com o apoio da Robisa Portugal e com a marca Tamron que disponibilizará equipamento para os participantes exprimentarem. Esta actividade incluí fotógrafo e guia de natureza nos dois dias, jantar regional, seguro de acidentes pessoais, valor de entrada na APP da Faia Brava, passeio 4x4 pela Faia Brava e prova de vinhos da região. A organização é uma parceria, minha e da Wildlife Portugal. + Info.: 962943454; fotografarideias@gmail.com e aqui Inscrição Online! 

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Primeiros passos na Fotografia Digital...


Esta formação é uma organização e concepção da Wildlife Portugal e da Fotografar Ideias,  o formador a lecionar as 35 horas, entre aulas teóricas e práticas, serei eu. Conta também com o apoio da Robisa Portugal e da Tamron Iberia que emprestam algumas lentes para os formandos testarem. As aulas teóricas decorrerão na ACICB – Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa e as aulas práticas na cidade e concelho de Castelo Branco. Acontece durante o mês de Março, nos dias: 16 e 17 - 22 - 30 e 31 e é dirigida a pessoas que pretendam iniciar-se na fotografia, conhecer o equipamento fotográfico e desenvolver aspectos técnicos e criativos. Os objectivos desta acção são conseguir identificar os princípios básicos da técnica fotográfica; trabalhar os princípios básicos da estética fotográfica e utilizar a máquina fotográfica em modo manual. Aconselho o seguinte equipamento fotográfico máquina fotográfica (compacta avançada, bridge, Mirrorless, DSLR; AP-S ou full frame), bateria extra, tripé e cabo disparador. A inscrição é obrigatória e limitada a 15 participantes, esta só é considerada efectiva após o pagamento, inclui a frequência nas 35 horas de formação; seguro de acidentes pessoais e certificado de participação.  + Informações e Inscrições: 962943454; fotografarideias@gmail.com e Inscrição Online!

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

Uma tarde no Fundão - Uma Imagem!


Estive à uns tempos na cidade do Fundão, ainda fazia calor na Beira e fui por um evento no Parque do Convento. No final da tarde para aproveitar a luz mais suave dei um volta na cidade, ao passar junto deste cruzeiro, que fica em frente a uma capela, reparei ainda longe da presença destes dois companheiros ali sentados a apanhar o fresco da tarde que já se fazia sentir. Realizei algumas imagens e ambos não se mostram incomodados, ainda que mudaram um pouco a postura e o olhar ficou muito focado em mim, já mais perto estive um pouco à conversa, mostram-se ambos simpáticos e por aí ficaram. Fiquei com a sensação que não tinha a imagem que queria, faltava o momento de simbiose que tinha visto visto ao longe, o silêncio, um olhar partilhado, um momento de harmonia... Despedi-me e continuei a andar, uns passos depois e tinha novamente a imagem que tinha visto à distância, agora sim alheios à minha presença, e eles por ali continuaram partilhando o momento, a luz, a amizade...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Beira Baixa, Sob Perspectiva em Oleiros


Beira Baixa sob Perspectiva apresenta a sua nova exposição, em Oleiros. Este projeto une os territórios que integram a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa – CIMBB em seis partes da mesma exposição, conjugando visões sobre o património partilhado por estes territórios, construídas a partir das imagens de Pedro Martins e Valter Vinagre e das recolhas sonoras de Filipe Faria. Das seis partes da exposição, o espaço do Posto de Turismo recebe a terceira mostra, desta vez dedicada ao tema do feminino, depois de Proença-a-Nova e Vila Velha de Rodão terem recebido as duas primeiras partes desta visão sobre o território da Beira Baixa. Depois de expor a noção de intangível, através do som, e de repensar o ciclo de produção do azeite de uma perspetiva estética, respetivamente, Oleiros recebe a dimensão transversal da mulher no sagrado e no mudando, que se reflete em pequenos pormenores e objetos partilhados pelos territórios que fazem da CIMBB. A exposição inaugura no dia 18 de Janeiro, pelas 18.00h e estará aqui presente até 31 de Março. A entrada é livre!