sábado, 21 de março de 2020

#diasdequarentena : Serra da Gardunha/ Castelo Branco


Estar em casa não é necessariamente mau, é ter tempo para arrumar imagens e com isto descobrir imagens que até agora estavam na escuridão dos muitos terabytes de memória, portanto esquecidas. Este projecto começa assim, muitas imagens (momentos) já esquecidos no éter, podem agora ter o seu momento de luz, e também o propósito pelo qual foram realizadas, serem mostradas ao publico, por isso vamos a isso! 
Esta imagem, que quase podia ser a capa do projecto, é realizada numa serra que gosto muito, isto porque foi o meu berço e palco de infância, muitos momentos bons passaram-se aqui,  foi na Gardunha que aprendi a gostar de montanhas, florestas e claro, da natureza. As florestas, o seu conforto, os seus cheiros, a sua vida são uma experiência fantástica. Nesta imagem quis trazer uma parte dessa experiência de estar dentro de uma floresta, o seu silêncio, o movimento constante, o seu poder abstrato, a simplicidade e a sua ínfima arte. Hoje, porque é o dia Mundial das Florestas!