quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Passeio no Parque - Duas Imagens!



Duas imagens que reflectem muito o que é para mim o instinto de protecção, o título das imagens acabou por ficar assim implicitamente, desde esse dia, na minha memória...
Quando me baixei e cheguei ao nível do pequeno cachorro o seu primeiro instinto foi o de procurar a protecção da dona, e fê-lo várias vezes e da mesma maneira, colocando-se no meio das pernas das duas miúdas que o passeavam, e como a segunda imagem o documenta entrou mesmo em contacto, com uma dela, como uma espécie de aviso, agarrando um dos atacadores das botas com a pata, uma linguagem simples e feita de muita interação e cumplicidade. 
Além da linguagem e sentimentos presentes nas duas imagens, gosto delas pelos grandes contrastes, se calhar por isso o resultado final ser o preto e branco, pelas botas grandes e negras, em contraste com a fragilidade e a cor clara do pequeno cachorro, mas também a luz cruzada do entardecer, a sua simplicidade e uma fácil leitura! Em resumo, duas razões para andar sempre com máquina fotográfica, mesmo num simples passeio pelo parque...;=)