quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Verão no Parque Natural de Redes...


Passados 10 anos, voltei ao Parque Natural de Redes, agora no Verão. Nessa semana estiveram temperaturas de 49º em algumas cidades de Portugal, não foi planeado, mas soube bem fugir desse calor tórrido para temperaturas mais amenas. Nas Asturias, região onde se situa o Parque Natural de Redes as temperaturas além de mais suaves, por volta dos 26º a 28º, a humidade é por norma próxima dos 80%, devido á proximidade do mar Cantábrico, temos portanto um clima quase tropical. Percebi que aqui existe uma escala de verdes interminável, mesmo no verão, o que para o nosso olhar tem um efeito refrescante e calmante e estimulante para os fotógrafos...





Fiquei alojado na aldeia de Soto de Agues é um excelente ponto de partida para explorar o percurso pedestre mais famoso e mais bonito aqui, a "Ruta del Alba" com uma extensão de 16km, ida e volta, e classificado como monumento natural, vale bastante a pena realiza-lo, é bastante acessível e a sua beleza é esmagadora, apetece-nos ficar aqui todo o verão, é fresco e tem imensos locais onde se podemos dar um mergulho no rio Alba, aliás o percurso faz-se nas margens do rio e na parte final entramos num desfiladeiro bastante apertado com muitas cascatas, o som da água entoa pelo desfiladeiro e acompanha-nos. O percurso atrai milhares de pedetrianistas um pouco de todo o mundo, com mais ênfase de Espanha, vêm sobretudo agora no verão, mas no meu hotel percebo que os turistas acorrem aqui já todo o ano, principalmente no Outono. Lembro-me na ultima vez que estive, no Outono, choveu durante 5 dias seguidos, e no sexto dia a chuva deu tréguas e lá consegui fazer o trilho e fazer algumas imagens!





Como em toda a região das Asturias, também aqui se bebe cidra, um pouco por  todo o lado, e nos cafés é quase obrigatório pedi-la em vez da cerveja ou vinho, é a bebida oficial e os asturianos gostam que assim continue. Os cavalos também fazem parte desta paisagem, estes belos animais mantém relações muito próximas com o homem, em festas e nas suas caminhadas pela montanha, aliás vemos percursos pedestres mas também percursos equestres, existe um ligação muito grande com estes belos animais. A semana por aqui chega ao fim e mais uma vez as Asturias não desiludem...e o Parque Natural de Redes é ainda um segredo muito bem guardado!